A correta interpretação dos sintomas é crucial para o controle eficiente de pragas, que necessariamente se inicia com a identificação do problema, ou seja, sendo pragas, doenças, desordens nutricionais, queimaduras pelo Sol, etc. as medidas de controle são diferenciadas.

Clique nas imagens para ampliar

Combate As Pragas e Doenças Das Orquídeas

Todas as plantas que compõem a família Orchidaceae  são denominadas orquídeas. Elas pertencem a uma das famílias de plantas mais numerosas que existe. Encontradas em grande variedade de formas, de tamanhos e de cores. Exceto a Antártida, a orquídea é encontrada em todos os continentes. Porém, elas predominam onde há clima tropical.

A maioria das orquídeas são epífitas mas não são parasitas. A orquídea usa a árvore para conseguir a luz solar, segurança e reprodução. O formato exótico de suas flores desperta interesse em muita gente. Por isso, ela tem tantos colecionadores.

Combate das pragas e doenças mais comuns: Pulgões, lesmas, caracóis, nematóides, cochonilhas variadas, percevejo, besouros, diabrotica speciosa (também conhecida como patriota ou brasileirinho), vespinhas e abelhas sem ferrão, tripés, ácaros, tatuzinhos, podridão negra

 

Combate Cochonilhas Brancas Ou Com Carapaça e Pulgões:

Calda de alho e sabão: misture uma colher de sopa de raspas de sabão de coco com 3 dentes de alho amassados. Dissolva essa mistura em 1 litro de água quente. Agite bem. Depois que esfriar coe e coloque no pulverizador e borrife nos insetos. No caso de ter muita quantidade de insetos repita o procedimento uma semana depois. Essa solução pode ser guardada por até 2 dias.

Se for uma infestação pequena, pode ser feito o controle manual e também pode espalhar joaninhas nas orquídeas. Elas ajudam no combate aos pulgões.

 

Para Evitar Insetos Sugadores e Mastigadores

A tintura de fumo: Ela é feita com 10 cm de fumo de corda picado misturado com 1 litro de álcool. Junte os pedaços de fumo com o álcool em um vidro escuro, tampe bem e deixe em um local fresco e com pouca luz por 7 dias. Quando for usar dilua 1 litro dessa tintura em 10 de litros de água e pulverize as orquídeas.

Lagartas e lesmas: faça uma mistura com 1 litro de água e 30 g de folhas secas de losna. Deixe ferver por 10 minutos. Espere esfriar e coe em um pano. Dilua esse chá em 10 litros de água e pulverize onde estão as lagartas e lesmas.

Para repelir qualquer inseto, você pode pulverizar toda a planta com óleo de Nim. Esse óleo é extraído de uma árvore indiana, mas você pode encontrá-lo em lojas agrícolas para fazer a pulverização, deve-se diluir 4CC do óleo Nim e 12 litros de água.

 

Doenças Fúngicas e Bacterianas

  • 2 colheres de café de sulfato de cobre diluído em 1 litro de água é infalível para combater as doenças fúngicas e bacterianas. Porém, alguns cuidados precisam ser observados: pulverizar de 15 em 15 dias, somente aplicar quando a temperatura estiver abaixo de 30ºC. Não aplicar em plantas que estejam com flor, proteger os rizomas e as folhas.
  • Com casca de cebola , alho canela em pó e água você faz um fungicida natural para espantar as formigas e reduzir os pulgões e cochonilhas do seu orquidário.
  • Misture 1 prato fundo de casca de alho, 1 prato fundo de casca de cebola, 1 pacote de canela em pó. Ferva por 10 minutos e deixe descansar por uma noite. No dia seguinte, coe e pode borrifar as plantas. Borrife por baixo das folhas também.
  • Experimente fazer um caldo bem forte de casca de cebola e borrifar nas telas de seu orquidário.

Para combater lesmas e caracóis: pode ser feito o controle manual com o uso de armadilhas feitas com miolo de pão molhado em cerveja.

Para o controle de vespas e abelhas o combate pode ser feito através de poda e queima das regiões atacadas.

Para controlar o ataque dos tripes: o ideal são as podas e a eliminação das pragas através da queima.

Para combater os ácaros: recomenda-se o uso de acaricidas ou piretróides.

  • Com iscas feitas com: ½ litro de água, 100 g de inseticida fosforado, 100 g de açúcar mascavo ou melaço e 1 kg de farelo de trigo, consegue-se combater os tatuzinhos.

Entre as pragas que atacam as orquídeas encontra-se a aranha. Elas atacam principalmente as flores, causando-lhes danos.

  • Modo de combater: recolher as aranhas, com a ajuda de uma pinça. Porém, se tiver infestação usar o inseticida a base de água.

Para combater cochonilhas com carapaça, insetos-pragas e algumas doenças fungicas: pulverizar sobre a planta atingida uma solução feita da seguinte maneira: 1 ml de óleo de soja diluído em 100 ml de água.

  • Calda de fumo mais sabão é eficiente no combate de percevejos, besouros, pulgões, trips e cochonilhas
  • Modo de preparar: ferver por 5 minutos, 2 litros de água mais 100mg de fumo de corda. Esperar esfriar e acrescentar 2 colheres de sopa de sabão de coco em pó. Acrescentar mais 2 litros de água. Misturar bem. Aplicar sobre as plantas atacadas.

Para combater a antracnose e míldio: diluir 1 colher de chá de bicarbonato+ 2,5 colheres de óleo vegetal+4 l de água +meia colher de chá de sabão em pó. Misturar bem e aplicar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *